Archive for fevereiro \27\UTC 2007

that’s the way it is

A dor que leva embora o sorriso é a mesma dor que traz de volta a esperança. Os ventos sopram e desmacham as árvores, derrubando suas folhas secas para que novas folhas possam nascer. É mágico poder recomeçar sempre…

 

imagebank

imagebank

 
 

 

my choice

imagebank

imagebank

O mundo que cabe nos meus olhos não é o mundo que escapa das minhas mãos. O tempo que me perpetua na vida não é o tempo que transforma as horas em lembranças. O amor que carrego no peito não é o amor efêmero que me ofertam. A amizade que eu valorizo e preservo não é a amizade de pouco contato e muitas desculpas. A vida, definitivamente, está longe de ser algo em que eu me encaixe. Mas a vida a meu modo, que eu desenho todo dia com a minha percepção, é a vida melhor que existe. Vida esta que não é dada ao sofrimento por falta disso ou daquilo, porque eu a reinvento sempre, para que nunca me pareça algo senão a vida que eu sempre sonhei ter. E essa talvez seja, secretamente, a minha maneira de ser feliz.

 

 

hurry

imagebank

Irisz Agocs

Eu não aprendi a lidar com o ‘ainda não’. Tudo que demora me transtorna, me deixa à flor da pele, me mata em doses suaves de sadismo. Fico absorta, perco o sono, o brilho, o bom humor. Eu não aprendi a esperar e a vida tem me mostrado, a duras penas, o caminho da paciência. Eu fujo, me esquivo, me faço de louca, porque detesto admitir que a demora é necessária até mesmo quando a gente está cheio de pressa. O futuro onde desenho meus dias é sempre pra ontem. A urgência me faz querer correr mais que as horas. Não administro a lentidão, o talvez, a morosidade das decisões que já deveriam ter sido tomadas. E o tempo, cruel, parece brincar de me fazer sofrer. Caminha a passos bem miúdos, faz pouco caso da minha ansiedade, tarda a fazer amanhã o que ainda é hoje. E eu me canso, porque não aprendi a esperar. Nove meses na barriga foi o máximo que pude suportar. Aqui fora todos os minutos parecem longos demais até o finalmente. Mas eu hei de aprender. Ou enlouqueço…