Archive for janeiro \12\UTC 2007

all by myself

De repente um vazio inesperado. Um silêncio cortando a alma. Olho ao redor e não há ninguém. Ninguém? Nenhuma alma bondosa ficou para segurar minha mão? (…) Um correu para fazer o que precisava, outro está de cabeça baixa olhando o próprio umbigo. Aquele, distraído, não entendeu nada. Aquela, veja só, está com tanta pressa que nem me notou aqui. Então eu sigo caminhando. Só.

gettyimages

gettyimages

 

Anúncios

de um tempo que já se foi…

Irisz Agocs

Irisz Agocs

Saudade daquela que eu fui e já não sou mais. Saudade boa, dessas que a gente sente sem culpa ou remorços ou estranhamento. Saudade de coração leve, de mãos limpas, de alma renovada. Saudade das descobertas que fiz, dos erros que cometi, das conquistas que me custaram muito suor e dor. Saudade de um tempo que não volta mais porque a vida caminha adiante e amanhã já será tempo de sentir saudade de hoje…